Gestão Empresarial Home

5 dicas para driblar a crise econômica através de uma boa gestão do seu negócio

Dicas para driblar a crise econômica através de uma boa gestão do seu negócio

Gerir um negócio não é uma tarefa simples. É necessária uma visão sistemática das atividades desenvolvidas, lidar com fornecedores e clientes e coordenar equipes. Em tempos de crise, o desafio se torna ainda mais complexo e exige um trabalho bem maior por parte dos gestores. Para driblar a crise econômica, portanto, é preciso atenção à boa gestão do seu negócio. O início de 2015 tem divido a opinião de gestores. Enquanto alguns se mostram temerários quanto à situação econômica do Brasil, outros acreditam que o cenário não é tão preocupante. Diante desse quadro de incertezas, as empresas têm buscado alternativas para se adequar à realidade do país sem que isso cause grandes prejuízos. Estabelecer mecanismos que garantam a boa gestão do seu negócio é o principal caminho a ser seguido nesse momento. Algumas ações podem contribuir para a criação de um ambiente de confiança interna e ajudar a traçar um caminho para driblar a crise econômica. Abaixo, separamos algumas dicas que podem ajudar a enfrentar esse cenário incerto. Confira!

1. Seja inovador

Inovação não é uma palavra estranha para quem está envolvido no mundo dos negócios. Criar diferenciais é sempre apontado como estratégia primordial para quem se arrisca em qualquer mercado e, em momentos de crise, a inovação segue como um caminho natural para as empresas. Por isso, estimule os seus colaboradores a pensarem em novos mecanismos para a corporação, seja na execução dos processos internos ou até mesmo no posicionamento de mercado. A boa gestão do seu negócio sempre passará pela forma como lida com os seus funcionários. Sendo assim, procure desafiá-los a enfrentar o atual cenário, mas também reconheça as boas iniciativas. Promova brainstorms, premie os inovadores e estimule novos pensamentos. Em períodos de crise, irão sobressair aqueles que souberem buscar as melhores e mais inovadoras alternativas.

2. Siga o planejamento à risca

Definir metas e estabelecer um planejamento é essencial para qualquer empresa. Principalmente quando se está lidando com um mercado cercado de inseguranças. Estipular indicadores realistas e coerentes com o cenário atual é importante para traçar as estratégias da companhia, mas, mesmo com as possíveis adversidades, busque criar alguns desafios para estimular a sua equipe. Para driblar a crise econômica, é preciso criar um plano realista, que permita detectar as estratégias que são eficazes e aquelas que não deram tão certo e que, por esse motivo, precisarão ser adaptadas. Além disso, com um planejamento bem feito, é possível compreender melhor o mercado, identificar oportunidades e, claro, resolver com mais eficiência os problemas do dia a dia.

3. Repense os investimentos

O cenário adverso leva muitos empresários a perder a confiança em novos investimentos. É certo que, mesmo em tempos de crise, é possível investir recursos em outras iniciativas. Porém, essa postura irá depender de diversos aspectos, como a situação atual da empresa ou como se porta o mercado em que se está inserido. Na hora de definir novos investimentos, portanto, reflita se é mais importante seguir um processo de expansão ou assegurar a manutenção da sua estrutura empresarial. Em caso de dúvida, procure priorizar sempre a segunda opção. Mas se há possibilidade e recursos para investir, um bom caminho são as novas tecnologias, que sempre ajudam a obter melhores resultados e tomar decisões com mais base de conteúdo.

4. A boa gestão do negócio precisa de informação

Todo empresário, na hora de tomar uma decisão importante, procura reunir o maior número de informações possíveis. São elas que indicarão se um negócio é viável, se é possível economizar em um processo ou como a empresa se portará no mercado. Logo, criar um mecanismo que favoreça a análise de dados e integre todas as informações geradas pela companhia é sempre uma excelente alternativa. Atualmente, é possível contar com inúmeos recursos que favorecem a boa gestão do seu negócio. Entre elas estão os softwares de ERP (Enterprise Resource Planning), que criam uma plataforma que integram os dados gerados por um empreendimento de maneira organizada. Isso favorece as análises de informações e, consequentemente, permite que decisões sejam tomadas de maneira mais eficiente. Transforme a tecnologia em uma aliada para driblar a crise econômica.

5. Seja prevenido

Corte de funcionários, redução da produção ou diminuir investimentos. Essas são ações que muitas empresas procuram tomar em tempos de crise, mesmo que, na prática, ainda não seja necessário recorrer a medidas tão drásticas. No entanto, antes de tomar esse tipo de decisão, é importante conhecer a realidade da sua empresa e analisar com bastante cuidado cada ação que resolver implantar. Fique atento aos seus dados financeiros, pois eles irão indicar a saúde do seu negócio e quais áreas que precisam de ajustes (estoque, produção, pessoal, etc). Mas se, mesmo assim, você acredita que precisa se antecipar para driblar a crise econômica, outras medidas podem ser tomadas preventivamente: evitar contratações desnecessárias, evitar que os funcionários realizem horas extras em excesso e reduzir a jornada de trabalho.

Quais ações a sua empresa tem tomado para lidar com as dúvidas e quais estratégias ainda pretende implantar? Compartilhe suas ideias e dúvidas conosco através dos comentários abaixo.

Veja também:

CTA - Blog - Otimização de Processos

Você deve gostar também
Controle os processos produtivos de sua indústria utilizando um software
A importância do Compliance Fiscal para as empresas
Como investir nos departamentos da sua empresa?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web