Gestão Empresarial Planejamento Estratégico

5 sinais de que a sua empresa não esta preparada para enfrentar a crise econômica

5 sinas de que a sua empresa não está preparada para enfrentar a crise econômica

O Brasil viveu nas últimas décadas uma época de estabilidade econômica e crescimento constante, o que fez com que o país recebesse diversos investimentos de todo o mundo e muita atenção do capital estrangeiro. Porém, sem os investimentos certos em infraestrutura e com diversos casos de abusos e problemas no governo e sua gestão, a previsão para o futuro próximo parece desanimadora

Especialistas não hesitam em afirmar que o crescimento pode ser próximo de zero e que a inflação é um monstro que voltou a nos assustar. Contudo, mesmo em momentos de crise, existem negócios que conseguem se manter e até prosperar, mas, para isso, é preciso estar fortemente organizado. Ficou preocupado em fazer a coisa certa? Então leia o texto a seguir e identifique os sinais de que a sua empresa não está preparada para enfrentar a crise econômica.

1. Você acredita que vai passar incólume pela crise

Esse é o primeiro erro que qualquer empresa pode cometer. É preciso saber que a crise não afeta apenas um nicho ou certas áreas: ela é sistêmica. Mesmo que pareça que o seu negócio não vai ser diretamente afetado, não tem como ele não ser pelo menos indiretamente envolvido.

2. Você não está com as contas em dia

É mais comum do que parece que as empresas tenham atrasos em suas obrigações financeiras e fiscais, mas, especialmente com uma crise no horizonte, é preciso manter tudo em dia, de curto, médio e longo prazo, na ponta do lápis.

Isso é chamado de inteligência nos negócios: você tem que estar sempre a par das tendências do nicho, focar as atividades que geram mais retorno e ficar atento, pois cautela nunca é demais. Pense também na terceirização de alguns serviços como opção de reduzir custos: é melhor prevenir do que remediar.

3. Você não tem uma comunicação eficaz

A comunicação é essencial em qualquer momento, entretanto, nas horas de crise, ela se torna ainda mais fundamental. Erros nessa área podem representar perdas e prejuízos, coisa que você não vai querer, especialmente nesse período difícil.

Isso vale não só para os clientes, mas também para fornecedores e, principalmente, funcionários. Mantenha-os informados sobre a realidade do mercado, o que pode ou não afetar a empresa e as medidas que você poderá ter que tomar. Agindo dessa maneira, você neutraliza os impactos e minimiza qualquer tipo de rumor que possa estar surgindo no trabalho.

4. Você não tem um plano de gerenciamento de crise

Você não pode evitar que o país entre em crise, mas pode lidar com ela da melhor maneira possível. Não subestime os impactos e preveja as ações que você pode tomar em cada situação. É fundamental saber como contornar problemas e ter uma reserva para superá-los.

5. Você tem comando descentralizado

Em um momento de crise, não é hora de parecer bonzinho nem de querer trazer um gerenciamento compartilhado. É hora de decisões difíceis e que precisam ser tomadas de forma imediata e até dura. E para conseguir isso, é indispensável que o poder de decisão seja centralizado. Embora o gestor não deva deixar de se beneficiar de sugestões e pontos de vista apresentados pelos colaboradores, no final, cabe a ele decidir o que será feito e liderar a empresa na tempestade.

Esses são os sinais que o seu empreendimento pode não estar preparado para a crise que promete assolar o país no futuro próximo. O lado bom é que ainda há tempo de se organizar e fazer esse momento ser mais suave, desde que você aja o quanto antes!

Seu negócio está pronto para enfrentar a crise econômica? Que atitudes você tem tomado nesse sentido? O que, segundo a sua experiência, pode ajudar? Compartilhe conosco através dos comentários e continue acompanhando nosso blog!

Você deve gostar também
Conheça as previsões do mercado varejista em 2015!
Conheça as previsões do mercado varejista em 2015
O que é orçamento colaborativo e como ele impacta a gestão de uma empresa
Como se destacar e crescer profissionalmente dentro da empresa?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web