Gestão da Qualidade Gestão e Negócios Home

Como definir e atingir os objetivos da gestão da qualidade?

Quando uma organização se propõe a desenvolver um trabalho baseado na gestão de qualidade, é preciso saber com muita clareza os propósitos que motivaram essa decisão. Do contrário, será certamente mais difícil atingir os objetivos centrais do processo. Para isso, é necessário investir na conscientização sobre a importância da gestão da qualidade, uma vez que essa é uma decisão estratégica, a ser assumida por funcionários que vão desde a diretoria executiva até os colaboradores da base.

Delimite os objetivos

A empresa que deseja implantar a gestão da qualidade precisa pensar nas razões que a levaram a essa decisão. Ser mais produtiva? Diversificar a produção? Reduzir custos? Conquistar mercado internacional? Alcançar novos nichos de mercado?

Com base nessas perguntas, os objetivos serão descritos e, assim que elaborados, o próximo passo é criar um plano de ação para colocá-los em prática.

Envolva a todos na escolha das metas

Para que o sistema de qualidade funcione de forma eficaz, os objetivos precisam ser criados com a participação das pessoas diretamente envolvidas neles. Não é aconselhável que o gestor centralize a definição das metas: os profissionais que lidam diretamente com as áreas atingidas precisam participar para que as dificuldades e características de suas rotinas sejam contempladas no processo.

Isso garante que o objetivo de cada setor seja condizente e que interfira, de fato, para melhorias na realidade da gestão.

Tenha objetivos mensuráveis

Para garantir que os objetivos sejam atingidos, também é preciso criar metas mensuráveis. A empresa precisa dispor de mecanismos para medir os progressos e o ideal é que isso seja feito de forma rotineira.

Será certamente mais fácil observar o andamento do processo da gestão da qualidade se a empresa optar por traduzir seus objetivos em números. Aumentos no número de vendas ou no valor de faturamento, por exemplo, são objetivos simples para verificar avanços.

Crie sentido para a sua documentação

Nada mais desabonador para a gestão da qualidade do que ter uma série de documentos que não façam sentido algum. Os documentos da qualidade são muitos, por isso precisam ser de fácil entendimento para todos. Tenha uma documentação enxuta, objetiva e que seja o reflexo da organização.

Os objetivos da qualidade, o planejamento estratégico, a matriz de risco, os planos de contingência, os procedimentos operacionais padrão e todos os documentos da qualidade devem refletir as necessidades da instituição. Contribua para que eles realmente sejam uma fonte de apoio e de pesquisa para todos os colaboradores.

Capacite sua equipe em gestão da qualidade

A empresa que opta por ter um sistema de qualidade precisa, ainda, manter a sua equipe bem treinada. A capacitação é a chave para ter um sistema da qualidade eficiente. Mas é preciso tomar cuidado para não burocratizar os momentos de treinamento: as capacitações precisam ser vistas como momentos prazerosos e importantes para todos.

Crie formas alternativas de treinar a equipe, use ferramentas de motivação, varie os espaços e metodologias de treinamento, e mantenha seu pessoal permanentemente motivado.

Gostou dessas dicas? Conte-nos o quanto elas foram úteis para te ajudar a aplicar a gestão da qualidade. Para se planejar melhor e elaborar objetivos cada vez mais realistas e consistentes, leia nosso artigo sobre como determinar objetivos estratégicos para a sua empresa!

Veja também:

CTA Blog

Você deve gostar também
Como se destacar e crescer profissionalmente dentro da empresa?
5 erros cometidos no atendimento ao cliente e como evitá-los
Conheça as previsões do mercado varejista em 2015!
Conheça as previsões do mercado varejista em 2015

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web