Planejamento Estratégico

Entenda o papel dos setores de planejamento e controladoria nas empresas

Hoje em dia, um dos conceitos mais populares entre empreendedores e gestores é o que trata da importância das áreas de planejamento e controladoria nas empresas. Isso porque boa parte dos administradores já entende que as atividades desempenhadas nessas áreas são determinantes para o sucesso do negócio. Em contrapartida, infelizmente, poucos conhecem os reais benefícios conquistados por uma empresa que tem um planejamento estratégico bem feito e um setor de controladoria eficiente para acompanhar os resultados.

Como consequência, muitas empresas ainda atuam sem objetivos claros e bem definidos, tampouco possuem planos que as encaminhem rumo ao desenvolvimento esperado. Afinal, as áreas de planejamento e controladoria funcionam como base para todas as ações que uma empresa realizará ao longo de um período para chegar na visão de futuro almejada. E contar com esses setores ajuda a administrar tempo, recursos e energia para a estratégia do negócio, focando no que realmente importa em longo prazo, ou seja, aquilo que vai trazer mais prosperidade para a empresa.

E, nesse contexto, o mais interessante é justamente a dinâmica entre essas duas áreas. Quando planejamento e controladoria trabalham juntas, o empreendedor compreende as mudanças dos ambientes externo e interno, além de ter mais facilidade para reconhecer problemas que podem surgir ao longo do caminho e identificar oportunidades de melhoria para o negócio. É por isso que, aqui, vale ampliar um pouco esse debate para entender como cada uma dessas áreas funciona e quais são as suas atribuições na rotina das empresas. Vamos lá?

Entendendo o papel do planejamento nas empresas

Você sabia que planejar estrategicamente as atividades de uma empresa é mais descomplicado do que se imagina? Ao contrário do que muitos empreendedores pensam, colocar tudo isso em prática não é nenhum bicho de sete cabeças. Basta definir um método eficaz de utilização dos recursos disponíveis visando atingir um melhor posicionamento no mercado.

Imagine começar uma grande reforma na sua casa. Será preciso pensar em quais cômodos reformar primeiro, quais deixar para depois, em quais horários as equipes vão trabalhar e qual empresa será contratada para fornecer a mão de obra, não é mesmo? Além de, é claro, saber quanto tempo a reforma levará para ser concluída, quanto custará a mão de obra e como juntar o dinheiro para pagar todas as despesas sem passar sufoco.

Conseguiu mentalizar o cenário? Então, basta aplicá-lo na realidade corporativa para entender que as atribuições da área de planejamento nas empresas não são muito diferentes. Cabe a ela traçar os planos e metas para o negócio e analisar todas as variáveis, garantindo que tudo corra bem e que os objetivos sejam alcançados. Só que ao invés de pensar em como arrecadar dinheiro para bancar a reforma, por exemplo, o setor de planejamento de uma empresa avalia de que maneira é possível eliminar os gastos e melhorar a lucratividade da organização por meio do orçamento empresarial.

Pense que fatores como a ordem de reforma dos diferentes cômodos e o tempo estimado para a conclusão de cada um deles são equivalentes às metas estipuladas pela área de planejamento para toda a empresa, enquanto o valor que você pretende gastar com novos revestimentos e com a mão de obra representam o orçamento empresarial e os investimentos que o negócio pode ou precisa fazer para alcançar aquilo que foi planejado. Simples, não é mesmo?

É verdade que, guardadas as devidas proporções, a área de planejamento de uma empresa é muito mais complexa e acaba envolvendo muito mais informações do que os projetos para uma reforma residencial, mas o ponto é que esse exemplo prático ajuda a compreender a importância desse setor. Afinal, sem planejamento não é possível conquistar nada com qualidade, seja uma reforma funcional e eficiente, seja uma história de sucesso na sua empresa.

Controladoria e o acompanhamento de resultados

Planejar, criar metas e definir objetivos para o futuro da empresa é, de fato, muito importante. Mas como garantir que a empresa caminhe na direção certa e consiga alcançar os resultados pretendidos? Como evitar que, com o passar do tempo, as operações não saiam dos trilhos e levem o negócio para um destino totalmente diferente do esperado? Ora, é justamente aqui que o setor de controladoria mostra a que veio.

Pense mais uma vez no exemplo da reforma da sua casa. Imagine que, mesmo tendo planejado todas as etapas, cômodo a cômodo, durante os trabalhos você decidiu fazer uma mudança de última hora e precisou desembolsar mais do que o esperado. A situação saiu tanto do controle que alguns projetos tiveram que ficar de fora da reforma. Mesmo sabendo que essas coisas acontecem, é difícil evitar a sensação de descontentamento, não é verdade?

É exatamente por esse motivo que a controladoria anda de mãos dadas com o planejamento. Isso porque essa área é responsável por acompanhar tudo aquilo que foi planejado, analisando se os planos estão sendo cumpridos como deveriam ou se há necessidade de ajustes. Com essa avaliação, o setor de controladoria garante informações precisas e seguras para que os gestores tomem decisões estratégicas para o negócio.

Na reforma, se houvesse mais controle sobre o cronograma, seria fácil perceber que uma grande mudança poderia comprometer o orçamento final e, assim, você pensaria melhor antes de complicar as coisas. Ou seja: o objetivo da controladoria é acompanhar as ações resultantes do planejamento da empresa para assegurar a melhoria contínua dos processos e oferecer segurança na tomada de decisão.

Planejamento orçamentário

Utilizando a tecnologia para planejamento e controladoria nas empresas

Percebeu como fica muito mais fácil coordenar os esforços das suas equipes e garantir o cumprimento das metas e objetivos definidos pela empresa com o suporte das áreas de planejamento e controladoria? Assim, você assegura o crescimento do negócio e a vantagem competitiva em cima de seus concorrentes. Mas atenção: se você ainda realiza todas as tarefas envolvidas nesses processos de forma manual, saiba que sua empresa está exposta a riscos. Afinal, além de tomar um tempo precioso do empreendedor, processos manuais estão sempre sujeitos a erros e interferências.

E é justamente ao considerar essas dificuldades que o investimento em automatização surge como um excelente caminho para garantir que a empresa se desenvolva e consiga se planejar com mais eficiência. Então, por que não buscar o suporte de um sistema de gestão empresarial? Com ele, o dono do negócio consegue administrar melhor o seu tempo e o da sua equipe, podendo focar os esforços naquilo que realmente traz um retorno positivo.

Um bom exemplo é o ERP Radar Empresarial, solução de gestão oferecida pela Brasão Sistemas que integra de maneira inteligente informações de todas as áreas, como custos, vendas, finanças e controladoria. Dessa forma, o empreendedor consegue controlar o cumprimento dos objetivos de uma forma bem descomplicada e com dados precisos, facilitando uma rápida tomada de decisão sempre que for necessário! Com essa solução, você planeja, controla e mede resultados em um só lugar!

Não perca tempo: se você gostou de conhecer as atribuições e a importância das áreas de planejamento e controladoria nas empresas e quer aperfeiçoar a gestão dessas áreas no seu negócio, fale com a gente! Temos sempre uma equipe à disposição para tirar todas as suas dúvidas e mostrar como nosso ERP pode ajudar a sua empresa a crescer cada dia mais.

Você deve gostar também
Ebook: Planeje o seu negócio para crescer ainda este ano!
Planejamento empresarial: seu negócio está preparado para 2018?
Qual a importância de fazer um planejamento anual para a empresa?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web