Gestão Empresarial

Confira a importância da gestão de processos na sua empresa

A gestão de processos é um conceito que une a gestão de negócios com a tecnologia da informação. O objetivo é qualificar as rotinas de produção e buscar um diferencial competitivo, reduzindo custos e facilitando a integração entre os diversos setores. Ela quebra uma lógica antiga de cada setor cuidando do seu próprio trabalho, o que, hoje, torna-se inviável do ponto de vista estratégico.

 

Você sabe: cada vez mais, a integração é vista como um requisito fundamental para processos dinâmicos e bem-estruturados. Do contrário, fica muito mais difícil encontrar e resolver os gargalos.

 

Quando os profissionais da empresa têm uma visão mais abrangente, com consciência de como se desenvolve cada etapa de produção além das suas próprias obrigações, a resolução de entraves e a busca por soluções mais inteligentes para os problemas ficam mais simples.

 

Por que adotar a gestão de processos

 

Você pode estar se perguntando: é realmente necessário que eu me preocupe com mais um conceito de gestão? Infelizmente é, sim. Nós entendemos que, no dia a dia da administração de uma empresa, muitas questões precisam ser lembradas e merecem um cuidado especial e, por vezes, algumas dessas disciplinas acabam, aparentemente, perdendo o sentido.

 

Mas este não é o caso da gestão de processos. Isso porque ela trata, diretamente, do que você oferece ao mercado. É a gestão de processos que determina as etapas pelas quais o seu produto passa, como elas devem ser cumpridas e o resultado esperado para cada uma delas. Dessa maneira, é possível visualizar as rotinas do seu negócio de forma mais completa.

 

Ao cliente, o conhecimento desse processo pode resultar na razão-chave para ele comprar da sua empresa e não do concorrente. Com a acirrada competitividade do mercado moderno, e os preços e características dos produtos cada vez mais parecidos diante desse contexto, é o modelo de produção que será capaz de destacar algum diferencial.

 

É a gestão de processos que vai assegurar confiança sobre a qualidade do que você faz, não só para o cliente, como também para os gestores da sua empresa e mesmo para os colaboradores, gerando motivação e engajamento por parte deles.

 

Como fazer a gestão de processos

 

Para entender e alterar os processos da empresa de maneira a se tornarem mais fluidos e bem-estruturados, o primeiro movimento é definir os objetivos de cada atividade. Pode parecer algo básico e simplista, mas ajuda na definição de prioridades.

 

Por exemplo, a área do almoxarifado em uma indústria precisa organizar o estoque e separar os materiais para encaminhá-los à linha de produção. Evidentemente que, no dia a dia, muitas coisas precisam ser consideradas.

 

Caso fique complexo definir os objetivos de cada área, dependendo da mercado de atuação da sua empresa, pense no problema que aquele setor tem que resolver. Para você entender melhor, imagine a função do marketing: o problema que ele precisa vencer é o desconhecimento da sua marca ou produto e quebrar barreiras para o comercial. Com base nisso, fica mais fácil alinhar essa etapa.

 

Outro cuidado que auxilia muito é identificar os processos-chave do seu negócio, ou seja, aquelas atividades que são fundamentais para o funcionamento da empresa, sem as quais ela não funciona. Ao pontuá-los, você ganha subsídios mais claros para a tomada de decisão de modo a saber quais melhorias e ajustes precisam ser implementados imediatamente.

 

A implementação do 5Ss em uma linha de produção, por exemplo, contribui bastante para a agilidade e a qualidade no trabalho, bem como para o bem-estar dos colaboradores naquele ambiente. Para quem não é familiarizado com o termo, a sigla vem do japonês Seiton, Seiri, Seiso, Seiketsu e Shitsuke, ou seja, são os cinco sensos para manter organização, limpeza e disciplina no local de trabalho.

 

Apesar de elementar para um ambiente produtivo e agradável, é uma atividade que pode ser deixada para depois se o maior gargalo for outro entrave diretamente associado à produção.

 

A partir daí o trabalho é integrar as áreas de maneira que elas funcionem da forma mais colaborativa possível. Quer dizer, as saídas de um processo devem ser as entradas do que vem na sequência. Por sua vez, a transformação do produto deve agregar valor para a saída seguinte, criando um círculo virtuoso que permite a diferenciação do resultado em relação ao que existe no mercado.

 

E como implementar tudo isso?

 

Com um sistema de gestão integrada, como um ERP! Como dissemos lá no início do texto, a gestão de processos envolve essencialmente a gestão do negócio e a tecnologia da informação. E a integração dos setores da empresa depende dessa tecnologia, uma vez que ele fornece informações claras e exatas sobre todas as áreas da empresa, auxiliando no repasse qualificado de processos de um setor ao outro, como mencionamos anteriormente.

 

A Brasão oferece o ERP Radar Empresarial, da WK Sistemas. Com ele, é possível manter todos os processos do seu negócio integrados, qualificando a gestão de processos e garantindo o diferencial competitivo tão importante, e que citamos aqui no artigo como fundamental para toda empresa hoje em dia.

 

Para conhecer o software ERP que oferecemos e saber como ele atua na sua empresa, confira o e-book que preparamos sobre o assunto! É só clicar na imagem abaixo e fazer o download gratuitamente.

 

Esperamos que você tenha gostado desse artigo. Caso tenha restado alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco ou deixe o seu comentário no espaço abaixo. E não deixe de compartilhar as informações que trouxemos aqui com os seus colegas. Juntos, e com informações de qualidade, eé possível alcançar resultados ainda mais surpreendentes na sua empresa.

Você deve gostar também
Como otimizar 4 processos industriais mais importantes
Você consegue ter uma visão geral da indústria para fazer a gestão?
As novidades trabalhistas para 2015 que você precisa ficar de olho

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web