Gestão e Negócios Gestão Empresarial Home

Como controlar o acesso de funcionários às ferramentas do sistema?

Toda empresa, independentemente do seu tamanho ou segmento, precisa tomar providências para prevenir problemas graves, como roubo de dados e ataques maliciosos. Nesse sentido, controlar o acesso de funcionários às ferramentas do sistema é essencial. É preciso apresentar restrições para evitar que dados confidenciais sejam vazados.

E o perigo está mais perto do que você imagina! Segundo um relatório da IBM e do Instituto Ponemon, o Brasil é o país com mais chances de sofrer essas violações nos próximos dois anos.

Para as organizações e gestores, há sempre o risco de perder negócios e ter a confiança do consumidor abalada. Pensando em ajudar você a lidar com essa situação, reunimos dicas de como definir as permissões para cada nível hierárquico. Confira o post e coloque as nossas sugestões em prática!

Instale um filtro de conteúdo de acordo com a função

Cada gestor consegue selecionar quais sites podem ser acessados pelos seus funcionários. Vamos supor que nem todos da equipe precisam das redes sociais, como Facebook e Pinterest, para trabalhar. Se apenas a área de comunicação pode usá-las, é possível, por exemplo, controlar o acesso de acordo com a função.

Para todos os outros empregados, basta fazer o download de ferramentas especializadas em filtros de conteúdo para bloquear os sites que não devem ser acessados.

Busque uma solução que permita controlar o acesso de funcionários

Existem sistemas de gerenciamento de redes com ferramentas que monitoram cada passo do seu colaborador. Isso evita acessos indevidos durante a jornada de trabalho e garante que arquivos não sejam baixados sem autorização.

Outra ideia é instalar um VPN (Virtual Private Network) nas máquinas, permitindo que um funcionário que esteja trabalhando remotamente acesse documentos da empresa apenas quando tiver uma conexão de Internet segura. Além de aumentar a produtividade e os resultados, essa estratégia garante que o sistema da organização sempre permaneça seguro.

Limite os tipos de acesso por usuário

Para uma instituição que já adota um sistema de ERP, é muito importante limitar os tipos de acesso por usuário e por nível hierárquico. Existem programas que são especializados nesse controle e também geram relatórios das atividades dos seus funcionários.

Geralmente, profissionais que são qualificados como administradores possuem mais privilégios. É uma maneira também de centralizar responsabilidades e permitir que o gestor saiba o que cada um está fazendo.

Bloqueie a instalação de programas

Uma das principais consequências de não restringir o acesso ao sistema é que softwares não autorizados podem ser instalados. De acordo com a pesquisa global sobre software da BSA (Business Software Aliance), divulgada em maio de 2016, 26% dos profissionais afirmam instalar programas não autorizados na rede corporativa.

Desse expoente, 84% reconhecem que instalaram dois ou mais aplicativos não autorizados. Ou seja, é essencial ter ferramentas para bloquear essa atividade. Esse tipo de atitude aumentará bastante a segurança da empresa e evitará que a equipe se distraia com jogos ou softwares que não tenham a ver com a sua função.

Entendeu como controlar o acesso de funcionários às ferramentas do sistema? Compartilhe sua experiência ou dê sugestões no espaço para comentários abaixo. Em nosso blog, você encontra mais dicas sobre gestão empresarial e materiais educativos gratuitos. Confira!

Você deve gostar também
Meu software utiliza banco de dados relacional aberto, quais cuidados e investimentos devo ter para manter meus dados em segurança?
Conheça a importância de um software para gerir a documentação da sua empresa
4 dicas para otimizar o processo de emissão de NF-e | Brasão Sistemas
4 dicas para otimizar o processo de emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web