ERP

Entenda a importância de usar um ERP específico para o setor elétrico

ERP específico para o setor elétrico

No mundo dos negócios hoje, dificilmente, um empresário ou gestor não ouviu falar sobre o ERP, o sistema de gestão integrada que reúne informações de diversas áreas de uma empresa e fornece dados para uma tomada de decisão assertiva. Por ele ser versátil e atender diversos setores da economia, neste texto vamos ver a importância de contar com um ERP específico para o setor elétrico.

O primeiro ponto de destaque é que as empresas desse ramo somente atuam por meio de concessões, permissões e autorizações fornecidas diretamente pelo governo. Isso significa que no dia a dia, esses empreendimentos são altamente regulados, com fiscalizações e prestações de conta feitas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Por isso, a gestão dessas empresas necessita de muito cuidado, pois os procedimentos internos precisam seguir as exigências da Aneel. Isso inclui as questões de custos, de investimentos e também operacionais. Em razão disso, ter um ERP específico para o setor elétrico é fundamental. Siga com a gente e veja mais alguns pontos essenciais que somente um sistema voltado para o setor pode resolver.

Plano de Contas do Serviço Público de Energia Elétrica

O Plano de Contas do Serviços Público de Energia Elétrica é outro tópico que coloca o ERP específico para o setor elétrico como imprescindível. Este documento explicita os objetivos, instruções gerais e contábeis, de divulgação de dados e informações tanto sobre a contabilidade quanto em relação às questões financeiras, administrativas e de responsabilidade social. Ou seja, ele reúne os indicativos de organização de informações a serem repassadas para a Aneel.

Este plano também serve para apurar o resultado contábil, possibilitando mais transparência para o controle e acompanhamento do serviço da concessão. O documento ainda tem a capacidade de permitir a elaboração das Demonstrações Contábeis regulatórias e a adequada apuração dos resultados das atividades de geração, transmissão, distribuição, administração central e atividades não vinculadas à concessão do serviço público de energia elétrica.

Por fim, o Plano de Contas permite à Aneel conhecer em que patamar está a situação econômica-financeira das outorgadas ― o ideal é que estejam em equilíbrio ―, mantendo o ambiente de produção e distribuição de energia elétrica no país sustentável, padronizado e organizado.

Um exemplo do uso de um ERP específico para o setor elétrico

Como dissemos, o Plano de Contas do Serviço de Contas do Serviço Público é um documento que exige o uso de uma solução especializada, pois ficou claro que é contraproducente fazê-lo de forma manual ou utilizando um sistema genérico, certo? Entre as exigências deste documento está o Balancete Mensal Padronizado (BMP), uma obrigação das concessionárias e permissionárias do serviço público de distribuição, transmissão e geração de energia elétrica.

O BMP precisa ser entregue à Aneel no prazo máximo de 40 dias após o fim do mês de competência, mas há exceções. O balancete do mês de dezembro deve ser encaminhado até 30 de abril do ano seguinte ao de competência. Já os de janeiro e fevereiro têm de ser encaminhados até 30 de abril do mesmo ano.

Para cadastramento do balancete, o agente setorial precisa enviar ofício assinado pelo representante legal da empresa com os comprovantes anexados. Esse ofício deve conter o nome completo, CPF, telefone de contato e e-mail de todos os responsáveis pelo envio do BMP. Não há limite para a quantidade de responsáveis, desde que este documento passe pelo Protocolo Geral da Aneel, destinado à Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira (SFF), solicitando o cadastramento da empresa e dos responsáveis autorizados a acessar o Duto Aneel para envio do documento.

Mas lembre-se: muito mais do que conhecer a maneira de autorizar profissionais para fazer o envio do BMP e das próprias regras dessa obrigatoriedade, é fundamental ter os recursos necessários para compilar as informações e cumprir com essa exigência. Daí a necessidade de um ERP específico para o setor elétrico, capaz de reunir os dados de maneira confiável e segura para evitar retrabalhos, erros e inconformidades.

Para ajudar você nessa empreitada, pode contar com a Brasão Sistemas. O nosso ERP tem funcionalidades que atendem de maneira exclusiva as operadoras do sistema elétrico. Para saber mais, entre em contato com a nossa equipe. Estamos sempre a postos para atendê-lo e para tirar todas as suas dúvidas!

ERP para indústrias

Você deve gostar também
Case de Sucesso – ERP Radar Empresarial: Intech Boating
Quais os benefícios de um sistema ERP para o setor de RH?
Implantação de ERP e Treinamento: entenda a importância para o sucesso do seu negócio
Implantação de ERP e treinamento: entenda a importância para o sucesso do seu negócio

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web