Blog

Desafios da gestão de pequenas empresas do setor de serviços

Prestação de Serviços 19.03.2020 5 minutos de leitura Voltar
Pequenas empresas do setor de serviços

As pequenas empresas do setor de serviços enfrentam desafios diários na gestão. Afinal, uma administração eficiente esbarra em grandes obstáculos e demanda muita mais que apenas investimento financeiro. É preciso tempo, dedicação e atenção para fazer tudo dar certo. Pensando nisso, listamos aqui os principais desafios que este tipo de negócio enfrenta para que você não seja pego de surpresa. Confira!

1 – Planejamento

A falta de planejamento não é um desafio exclusivo das pequenas empresas do setor de serviços, mas sim um obstáculo para todo empreendimento que deseja crescer e se solidificar no mercado em que atua. O problema é que a falta de planejamento estratégico acaba afetando ainda mais os pequenos negócios, em que os recursos são, normalmente, mais limitados.

Por isso, é importante planejar mesmo antes da abertura da empresa. Para um bom planejamento, avalie a situação atual do negócio, analise o mercado, a concorrência e o público-alvo e defina metas e objetivos para um determinado período. Depois, desenvolva ações que levem o seu negócio onde você quer chegar e acompanhe os resultados delas constantemente.

2 – Gestão de custos

Reduzir custos é o objetivo de toda organização, inclusive, é claro, das pequenas empresas do setor de serviços. Mas como fazer isso sem saber ao certo quais são todos os gastos envolvidos na sua operação? Podemos dizer que é impossível. É por esse motivo que fazer uma boa gestão de custos é essencial para esse tipo de negócio, embora seja também um desafio.

Para uma boa administração, é preciso mapear todos os gastos que você tem no negócio, sejam fixos, sejam variáveis, e controlá-los periodicamente. Com isso, você pode ter ideias sobre como reduzi-los e ganhar muito mais assertividade em um processo fundamental para a sua empresa: a precificação dos serviços.

3 – Gestão de pessoas

Gestão de pessoas é algo exclusivo das grandes empresas, certo? Errado. Essa é uma disciplina vital também para os pequenos negócios, uma vez que suas equipes necessitam de atenção para que se desenvolvam e produzam cada vez mais e melhor. Além disso, a gestão de pessoas também é crucial para manter a empresa sempre em dia com a legislação.

Nesse sentido, é importante contar com profissionais habilitados para cuidar dessa área, que podem administrar não apenas as questões legais, mas também pensar em atividades que desenvolvam os funcionários e aprimorem constantemente o trabalho deles. Tudo isso vai ajudar a sua pequena empresa a crescer e a se solidificar no mercado com colaboradores cada vez mais capacitados.

4 – Fidelização de clientes

É consenso entre os especialistas que atrair um novo cliente custa muito mais tempo e dinheiro do que fidelizar aqueles que já consomem os seus serviços. Apesar disso, a fidelização é uma tarefa tão ou mais desafiadora, uma vez que necessita de um acompanhamento constante dos serviços prestados, dos pagamentos e do atendimento ao consumidor.

Em resumo, é necessário ter um controle eficiente de todo o relacionamento com o cliente, desde o momento em que ele solicita um primeiro serviço até o estágio atual da relação. Isso oferece uma experiência mais satisfatória aos seus clientes e, por consequência, favorece a fidelização. Afinal, quem sai satisfeito do seu negócio está sempre mais propenso a voltar.

5 – Acompanhamento de resultados

Planejamento, gestão de custos, gestão de pessoas, fidelização de clientes: todas essas práticas são capazes de gerar resultados diversos. O esperado é que eles sejam sempre positivos, mas, se algo não for desenvolvido com eficiência, é possível que uma atividade não saia bem como esperado. De qualquer forma, acompanhar esses resultados é crucial para a sua empresa.

O acompanhamento de resultados dessas e de outras práticas é o que vai fazer com que a sua empresa tenha um novo norte para seguir. Se tudo estiver saindo como desejado, é sinal de que o seu negócio está no caminho certo. Se não, é hora de repensar as estratégias. Em resumo, é a visão sobre os resultados que pode encaminhar suas novas ações. Por isso, ela é essencial.

Como um ERP pode ajudar pequenas empresas do setor de serviços

Esses são os principais desafios quando falamos sobre a gestão de pequenas empresas do setor de serviços, mas a gente sabe que há muitos outros, como o cuidado com as finanças, com o estoque, com a contabilidade e assim por diante. E é pensando em ajudar você nesse sentido que nós indicamos a implementação de um sistema ERP na sua empresa.

Software ERP

Esse tipo de sistema faz a integração entre todos os departamentos do negócio. Isto é, em uma única plataforma você tem acesso aos dados sobre todos os setores, de compras à gestão de pessoas. Essa integração facilita, e muito, o controle das informações e traz mais praticidade, segurança e agilidade para a rotina.

Com ele, por exemplo, você tem dados confiáveis para fazer o planejamento, consegue controlar os custos com mais segurança, pode automatizar tarefas da gestão de pessoas, é capaz de acompanhar as informações sobre os clientes e ainda consegue acompanhar os resultados de todos os setores, além de gerar relatórios personalizados conforme as suas necessidades.

Interessante, não é mesmo? Se você quer saber mais sobre como um sistema ERP pode ajudar as pequenas empresas do setor de serviços, acesse o nosso site ou fale conosco. Nossa equipe está à disposição para ajudar você a impulsionar ainda mais seus resultados!

Deixe seu comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.