ERP

Por que investir em uma gestão eficiente da matéria-prima na indústria metalmecânica?

Gestão eficiente da matéria-prima

Com um mercado cada vez mais competitivo, as indústrias precisam buscar alternativas para garantirem sua sobrevivência. Inclusive, essa procura pode começar internamente pelos pontos estratégicos, como o de insumos, cuja variação de preços pode afetar toda a cadeia produtiva. Por isso, investir em uma gestão eficiente da matéria-prima acaba se tornando essencial para manter as portas da empresa abertas.

Fazer essa administração exige um planejamento eficaz e a adoção de medidas estratégicas. Afinal, são os insumos que garantem a continuidade dos processos de produção e a qualidade do produto, além, claro, de interferir no lucro da organização. Isso vale para qualquer indústria, mas as de segmentos como o metalmecânico precisam ter atenção redobrada, pois lidam com uma matéria-prima específica, que sofre mais com a oscilação dos preços e não contam com grande variedade de fornecedores.

Estratégias para fazer uma gestão eficiente da matéria-prima

Ao entender a importância de fazer uma gestão eficiente da matéria-prima para a continuidade do negócio, é o momento de ver quais são as possíveis estratégias que podem ser usadas para fazer essa administração. Para ajudá-lo, separamos cinco delas. Confira:

1 – Supervisione a linha de produção

O primeiro passo aqui é entender como funciona a linha de produção e os gargalos no processo. Isso ajuda a identificar se há desperdícios ou falhas e a quantidade deles. Também é muito importante ter atenção à qualidade dos materiais utilizados, bem como o número de itens usados durante o mês.

Este levantamento pode ser feito de forma manual, com planilhas, mas não é muito prático, leva muito tempo e fica mais suscetível a erros. O mais indicado é usar um software específico para a indústria metalmecânica, que permite fazer o controle desde a entrada da matéria-prima até a saída final do produto.

Dessa forma, é possível analisar os dados dos insumos utilizados e elaborar um planejamento de compras mais adequado para a companhia.

2 – Elabore um planejamento

É claro que o planejamento não poderia ficar de fora quando o assunto é uma gestão eficiente da matéria-prima. Por meio dele, a indústria metalmecânica tem uma previsão correta da demanda necessária para a produção regular e também consegue montar um plano de contingência caso um ou mais fornecedores não cumpram com o contrato ou ocorra um outro impedimento, como um acidente ou uma desastre natural.

Tendo todos esses dados em mãos, dificilmente os gestores ficarão com excesso de material no estoque ou precisarão parar as máquinas por muito tempo por falta dele, pois saberão dosar como agir nas diversas situações.

3 – Tenha fornecedores de confiança

A eficiência da gestão também está baseada nas estratégias usadas para a compra de insumos, responsáveis por converter projetos em produtos de qualidade para a venda. Por isso, é importante fazer uma avaliação frequente da capacidade produtiva da indústria, assim como uma previsão das variáveis (como os fornecedores) para transformar tudo em mercadorias finalizadas.

Depois, essas análises podem ser traduzidas em margens de lucro mais atrativas, em função da previsão da capacidade de demanda da produção. Então, é necessário fazer a integração das informações e contar com bons fornecedores para conseguir aplicar margens mais significativas. Para isso, é interessante que os gestores mantenham uma lista de fornecedores confiáveis, pois são eles que vão ajudar a indústria a produzir com a qualidade esperada pelos clientes.

É indicado, também, ter mais de um fornecedor para um mesmo tipo de matéria-prima. E manter os dados das negociações sempre atualizados, como as condições de pagamento aplicadas, a estimativa de tempo de entrega e a capacidade de demanda que cada um deles suporta. Tudo isso contribui para que a relação indústria-fornecedor seja longa e de confiança.

4 – Controle o estoque

Não dá para falar de matéria-prima sem falar de estoque. É imprescindível ter o inventário organizado, assim como os insumos que estão sendo usados na produção. Para facilitar, você pode separar a matéria-prima em categorias, como:

Matéria-prima armazenada: insumos que ainda não foram para a produção;
Itens em confecção: insumos que foram retirados e estão em uso pela produção;
Produtos acabados: estoque das mercadorias que estão prontas para irem para o mercado.

Fazer esse gerenciamento é fundamental para promover a economia de custos e a rentabilidade do negócio. Também auxilia o gestor a garantir os níveis de qualidade dos produtos e a quantidade necessária para atender à demanda dos clientes.

5 – Use um software para automatizar os processos

Um sistema ERP faz a integração das informações essenciais dos insumos, como quantidade, datas de entrega, prazos de validade, entre outros. Com uma classificação adequada dos registros de estoque, fica mais fácil fazer uma gestão eficiente da matéria-prima. Esse tipo de ferramenta ainda permite que os operadores possam identificar rapidamente onde está armazenado determinado item e, assim, dar continuidade à produção.

Além disso, esse sistema é uma importante ferramenta de gestão de matéria-prima e de outras funcionalidades dentro da empresa. Ele auxilia o gestor a ter uma visão ampliada do negócio, contribuindo para o controle de custos, o acompanhamento das ordens de serviços, o monitoramento dos níveis de estoque e do prazo de entrega.

Aqui na Brasão, oferecemos o ERP Radar Empresarial, uma solução completa, que integra de maneira inteligente todas as áreas da empresa, como produção, materiais, finanças, vendas, custos, qualidade e controladoria. Além disso, ele é totalmente aderente ao segmento da indústria, gerando segurança aos processos de gestão com foco em maximizar resultados e minimizar riscos.

Para saber mais, entre em contato com a nossa equipe ou acesse nosso site. Temos sempre um especialista à disposição para atendê-lo e tirar suas dúvidas. Se preferir, também pode deixar seu comentário no espaço abaixo.

ERP na nuvem

Você deve gostar também
Conheça os benefícios de gerir o seu negócio utilizando um software ERP
[E-book] A importância do ERP para uma boa gestão da sua indústria
12 erros que devem ser evitados durante a implantação de um software ERP na sua empresa

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web