Blog

Conheça os benefícios da indústria 4.0 no setor plástico

Gestão Industrial 09.07.2020 4 minutos de leitura Voltar

A indústria 4.0 no setor plástico é mais que uma tendência ou um conceito abstrato. Diante do contexto atual de se manter cada vez mais competitivo, das cobranças quanto a atitudes sustentáveis e da busca por alternativas ao plástico, considerado poluente, abraçar a tecnologia é o melhor caminho para este segmento se manter relevante e indispensável.

Os desafios são muitos e só a tecnologia é capaz de proporcionar à indústria plástica a capacidade de lidar melhor com o gerenciamento de insumos, o controle de refugos e a fabricação de produtos cada vez mais alinhados às expectativas dos clientes e do mercado. Tudo isso de olho na sustentabilidade e num esforço para garantir maior valor agregado às mercadorias.

Como a indústria 4.0 no setor plástico atua

A indústria 4.0 no setor plástico, assim como em todas as outras áreas, está ligada à ideia das “fábricas inteligentes”. A proposta é englobar tecnologias de automação e troca de dados como a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e a computação em nuvem. Isso significa maior controle da produção e menor interferência humana em rotinas operacionais.

Nesse sentido, algumas práticas ganham relevância e são indispensáveis para indústrias que queiram estar alinhadas ao novo momento do mercado. Conheça algumas delas:

1 – Gestão digital

A gestão digital compreende o uso de softwares que permitam um melhor controle dos processos. Por auxiliarem na integração dos setores da empresa, possibilitam aumento da produtividade, gestão de estoque, acompanhamento da execução do planejamento estratégico, regulação das manutenções (preventivas e corretivas) e muito mais.

O aumento da produtividade tem a ver com a própria integração ofertada por esses sistemas, que facilitam e agilizam a troca de informações confiáveis e precisas. O estoque também está em sintonia com essa integração. Já o planejamento estratégico e as manutenções têm a ver com o acompanhamento mais próximo da produção, que alimenta o sistema com dados corretos.

Para entender melhor os benefícios de um software de gestão para sua empresa, inclusive considerando essa necessidade de implementação da indústria 4.0 no setor plástico, confira o nosso e-book sobre o assunto!

ERP na indústria

2 – Automação robótica

Para otimizar o processo de injeção na indústria do plástico, já é possível a utilização de robôs para automatizar a produção. Trata-se de um investimento útil para o aumento da produtividade e aproveitamento máximo da matéria-prima. A diminuição de erros e o melhor controle da qualidade são mais alguns atributos dessa tecnologia.

Aliás, as boas práticas produtivas no setor plástico, envolvendo operações automatizadas, é um dos requisitos para se manter competitivo até mesmo sob o ponto de vista da sustentabilidade. Com uma taxa de desperdício menor, além do cumprimento das recomendações ligadas à sustentabilidade ambiental, a sua indústria tem a capacidade de controlar melhor os custos.

3 – Modernização do maquinário

Da mesma maneira que o investimento em robótica, a modernização do maquinário oferece a capacidade de diminuir custos, tornando os processos mais precisos por estarem baseados em automação. Além disso, também são mais sustentáveis.

Com essa atualização, é possível utilizar equipamentos integrados ao conceito de Internet das Coisas, permitindo que eles alimentem o ERP com dados que facilitem a geração de relatórios, úteis para a tomada de decisão e execução de melhorias e correções.

Em alguns casos, as máquinas podem, até mesmo, receber informações externas, adequando automaticamente a demanda. Vale lembrar, neste caso, da relevância do software ERP para garantir a integração e o acompanhamento dessas informações.

Por fim, o uso de maquinário novo diminui os custos com manutenção e permite uma linha de produção rápida, eficiente e autônoma. E mais: a mão de obra fica mais qualificada ― uma vez que passa a ser necessário uma equipe com visão mais estratégica e menos operacional ―, o produto ganha valor agregado e a integração de processos produtivos se torna uma realidade.

Por onde começar a atualizar a indústria

Em tempos desafiadores como os atuais, fazer um investimento maciço em robótica ou em um novo maquinário pode ser algo fora de alcance. Da mesma forma, alterar o portfólio ou mexer na precificação também são ações capazes de impactar na demanda. Então, qualquer movimento, embora necessário para se adequar à indústria 4.0 no setor plástico, precisa ser cauteloso.

Entretanto, investir na gestão digital por meio de um software ERP, como mencionamos, pode ser um pontapé inicial, além de uma decisão indispensável para qualificar todo o seu trabalho de gestão. Este é um investimento menor em relação aos outros itens que apresentamos neste artigo e que proporciona um retorno sobre investimentos muito mais rápido, considerando o custo-benefício.

Por isso, entre em contato conosco e saiba com a Brasão Sistemas pode auxiliar a sua empresa nesse desafio. E caso tenha ficado alguma dúvida ou você queira compartilhar qualquer informação sobre a indústria 4.0 no setor plástico, fique à vontade para deixar o seu comentário no espaço abaixo!

Deixe seu comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.